Tag Archives: Comunicação

Aula inaugural com Bernard Miège no Brasil

9 Abr

Acabei de receber a notícia por e-mail. O melhor é que poderá ser acompanhada via streaming.

A Escola de Altos Estudos e a Coordenação do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação convidam a todos para a Aula Inaugural de 2012 a realizar-se no próximo dia 11, quarta-feira, às 17 horas, no Auditório Pedro Pinto (Miniauditório – sala 3B 216). A aula será ministrada por

BERNARD MIÈGE, professor da Universidade de Grenoble, e abordará o tema:

O pensamento comunicacional é mundial?

O pensamento comunicacional é este fundo comum de teorias da Informação-Comunicação (teorias identificáveis, mas longe de serem convergentes) que são desenvolvidas após a metade e, sobretudo, na última parte do século 20, e também de proposições que emanam de especialistas, de profissionais e de peritos, bem como dos saberes profissionais e dos responsáveis pelas estratégias e pelas políticas às quais estas teorias dão origem. Ele se apóia cada vez mais sobre as TICs (tecnologias de informação e de comunicação), cuja implantação prossegue, bem como sobre as indústrias da cultura e da informação em
fase de internacionalização e sobre uma rede de instituições de formação especializada que é ao mesmo tempo densa e diversificada. Impressiona a difusão rápida deste pensamento através do mundo, pois marcas desta ampliação são observáveis sobre o conjunto das regiões do mundo. Pergunta-se se este pensamento é de fato mundializado ou se permanece dependente da economia-mundo atual, que, como se sabe, é pluri-polar.

A aula do professor Miège terá tradução consecutiva e será transmitida on-line no seguinte endereço: FDM.unisinos.br/live.html

 

 

Anúncios

O ano tecnológico

28 Dez

Não gosto de ficar reproduzindo textos na íntegra, com exceção de releases cujo propósito é a divulgação e mesmo assim quando posso faço uma edição. Mas achei muito interessante o que Juremir Machado da Silva escreveu no jornal Correio do Povo e resolvi postar aqui. O texto está reproduzido inteiramente abaixo. O original está aqui.

O ano tecnológico

Pode-se medir o avanço pessoal ao final de um ano pelo progresso espiritual ou pelo crescimento tecnológico. Faça o teste. Votou em Julian Assange ou em Mark Zuckerberg para homem de 2010? Em nenhum deles? Nem sequer conhece esses nomes? Se votou em Assange, está sintonizado com os leitores da Time. Se escolheu, Zuckerberg, está em sintonia com a própria Time. Se não os conhece, está fora do mundo. Tecnológico. Está no Facebook ou no Orkut? Se prefere o primeiro, está navegando na onda atual, seguindo a tendência. Se prefere o segundo, está com a maioria dos brasileiros internautas. Os adoradores do Facebook depreciam o Orkut dizendo que é rede social de pobre, rede de brasileiro.

Sabe a diferença entre mídias sociais e redes sociais? Entende de mídias locativas? Acaba de perguntar que troço é esse? Tem Twitter? Nunca foi retuitado? Recém chegou ao e-mail? Sente saudades do fax? Sabe a diferença entre iPade iPod? Possui os dois? Foi um dos primeiros a adquirir um iPhone 4? Conhece Flickr, Badoo, Quepasa, Mmyspace e Hi5? Se conhece todos esses, você é: a) um ser tecnológico por excelência, b) uma pessoa do presente e do futuro, c) um fanático por tecnologias sem nada para fazer na vida, d) um adolescente que certamente perdeu o ano escolar, e) um tio à procura de namorada. Se nunca usou nenhum deles, você é: a) uma pessoa muito ocupada, b) um alienado tecnológico, c) um dinossauro, d) um pai de família com várias pensões a pagar, e) um excluído.

A tecnologia é um sistema de hierarquia social. Ela divide os homens atualmente em dois grupos: os que fazem download e o que nem imaginam o que significa esse palavrão. Conta-se que uma avó muita severa mandou o neto lavar a boca com sabão ao ouvi-lo pronunciar, diante das visitas, a expressão “inclusão tecnológica”. Em 2010, você se comportou como jovem ou velho, “tecnossauro” ou “tecno-rosa”? Se preferiu ver o último filme de Woody Allen e deixou de lado a rede social, você pode ser classificado como: a) um sujeito de bom gosto, b) um conhecedor de cinema, c) um nostálgico, d) um cara que gosta de ver todo ano o mesmo filme, e) um afetado. Há situações mais graves. Um exemplo. Sábado à noite, prefere ir ao cinema ou fica em casa para ver a novela? Depois do cinema, come pizza ou sonha com a sua cama?

Para saber qual a sua idade tecnológica, que pode ser inversamente proporcional à sua idade biológica, o teste mais simples é este: quando lhe falam de Internet, qual a sua resposta: a) as crianças é que entendem disso, b) já consigo mandar um e-mail, c) tenho mais o que fazer, d) estou namorando virtualmente, d) quem tem Orkut tem medo, e) não vivo sem meu laptop. Quem marcou a letra “a” anda pelos 70 anos, letra “b”, 80 anos, letra “c”, 90 anos, “d”, 15 anos, “e”, abaixo de 20 e acima de 80. Por fim, último teste. Na hora de fazer pedidos ao Papai Noel, mandou sua cartinha pelo correio ou por e-mail? Ou preferiu o Twitter? Tudo isso é inquietante. Não sei que conclusões tirar. Vi Woody Allen em “A Rede Social”. Vi a novela e comi pizza. Sonhei com minha cama e ronquei.

Juremir Machado da Silva | juremir@correiodopovo.com.br

IV Encontro de Egressos do PPG em Comunicação e Linguagens da UTP

22 Nov

 

8º Simpósio Comunicação e Práticas de Consumo

24 Set

Com o tema Comunicação e culturas do consumo: imaginários e produção de sentido, a Escola de Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo realiza na próxima semana o 8º Simpósio Comunicação e Práticas de Consumo.

As vagas são limitas. As inscrições são online e  gratuitas. Mais informações aqui.

*

PROGRAMAÇÃO

29/09/10 (quarta-feira)

8h30 – Credenciamento

9h00 COMUNICAÇÃO DIGITAL E CONSUMO CULTURAL | Roberto Igarza (Academia Nacional de Educación, Argentina)

14h00 COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E IMAGINÁRIOS DO CONSUMO | Gisela Taschner (FGV/SP) | Mediação: Rose de Melo Rocha (PPGCOM ESPM)

15h30 – coffee break

15h45 – OS 25 ANOS DO LIVRO MAGIA E CAPITALISMO | Everardo Rocha (PUC-Rio) | Mediação: João Anzanello Carrascoza (PPGCOM ESPM)

17h00 – Lançamento de livros

30/09/10 (quinta-feira)

9h00 – Recepção

9h30h – CONSUMO, CENA MIDIÁTICA E ESTILOS DE VIDA | Carmen Rial (UFSC) e Ana Lúcia Enne (UFF) | Mediação: VenderCasaqui (PPGCOM ESPM)

14h15 – MARKETING POLÍTICO: TEMPOS E MODOS | Alessandra Aldé (UERJ)

16h00 – Encerramento

*

8º Simpósio Comunicação e Práticas de Consumo

Data: 29 e 30 de setembro de 2010

Local: Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM)

Campus Prof. Francisco Gracioso

Rua Dr. Álvaro Alvim, 123 – Vila Mariana – São Paulo

Informações: 11 50854638 – 11 50854689 – simposio@espm.br

Vamos ler quadrinhos, Brasil!

21 Ago

O quadrinista Alexandre Nagado iniciou ontem (20/08) uma campanha para formar novos leitores de histórias em quadrinhos no Brasil. O motivo é a sua constatação de que as HQs cada vez mais se distanciam da comunicação de massa concentrando-se em nichos fechados e específicos, deixando uma boa parte das pessoas sem ao menos saber direito sobre essa mídia e, portanto, sem consumi-la.

A campanha é simples. Nagado pede aos leitores de seu blog para espalharem uma tira em quadrinhos que explica rapidamente sobre HQs (do conteúdo não ser só infantil, de ser encontrável em livrarias e bancas), enfim, esclarecendo e convidando o “não-iniciado”, como o autor chama, a conhecer e ler quadrinhos.

O texto escrito por Nagado explicando a campanha pode ser acessado aqui.

Para baixar a tira, clique aqui.

Tira incentiva a leitura de HQs para desconhecedores de quadrinhos.

Gostou da ideia? Então faça suas redes sociais terem alguma utilidade maior do que pessoal(!): deixe scraps, escreva no mural, ‘tuite’ e dê RT, faça postagens, enfim… Passe adiante essa mensagem! 😉

Perspectivas da pesquisa em comunicação digital

18 Ago

No próximo mês será disponibilizado gratuitamente o livro “Intercom Sul 2010: perspectivas da pesquisa em comunicação digital”. A seguir, o release sobre a obra:

A Cibercultura é uma das áreas de pesquisa que atualmente mais cresce no Brasil e no mundo e, desde o surgimento da Internet, as redes de comunicação e suas mais diversas aplicações têm gerado impactos políticos, econômicos e sociais. Diante desse cenário tecnológico em constante reconfiguração, as pesquisadoras Adriana Amaral, da Universidade do Vale Rio dos Sinos/Unisinos; Maria Clara Aquino, da Universidade Luterana do Brasil/Ulbra e Sandra Montardo, da Universidade Feevale organizaram uma coletânea de artigos apresentados na Divisão Temática Comunicação Multimídia e no grupo de Comunicação e Multimídia do Intercom Júnior do XI Intercom Sul, que aconteceu em maio de 2010, na Universidade Feevale. Em formato de e-book, a obra será lançada no XXXIII Congresso Nacional da Intercom, que acontece de 02 à 06 de setembro, na Universidade de Caxias do Sul/UCS.

O e-book Intercom Sul 2010: perspectivas da pesquisa em comunicação digital, é dividido em quatro partes que apresentam textos de doutores, doutorandos, mestres, mestrandos, alunos de graduação e bolsistas de iniciação científica de mais de uma dezena de universidades e faculdades da região sul. Os trabalhos abordam questões diversas sobre a comunicação digital e, segundo a coordenadora do Grupo de Trabalho de Cibercultura da Intercom, profª. Drª. Fátima Regis Oliveira, autora do prefácio da obra, “ a qualidade dos textos atesta o vigor da produção e o crescimento da área no Brasil, em particular na região Sul”.

Adriana Amaral é professora e pesquisadora do PPGC/ UNISINOS, doutora em Comunicação Social pela PUCRS, bolsista do CNPq, membro do Conselho Científico da ABCiber e autora de diversos artigos e dois livros sobre cibercultura e comunicação. Maria Clara Aquino é jornalista, professora do Curso de Comunicação Social/Jornalismo da Universidade Luterana do Brasil/Ulbra, mestre e doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/PPGCOM UFRGS e autora de artigos sobre hipertexto, folksonomia e convergência midiática. Sandra Portella Montardo é doutora em Comunicação Social pela PUCRS, professora e pesquisadora da Universidade Feevale, nos Cursos de Comunicação Social, Mestrado em Inclusão Social e Acessibilidade, Mestrado em Processos e Manifestações Culturais, membro do Conselho Científico Deliberativo da ABCiber e autora de diversos artigos sobre Blogs, Inclusão Digital e Conteúdo Gerado pelo Consumidor.

Mais informações, podem ser obtidas através dos e-mails: adriamaral@unisinos.br, aquino.mariaclara@gmail.com, sandramontardo@feevale.br

Para quem se interessa por comunicação digital, Adriana Amaral e Sandra Montardo, juntamente com Raquel Recuero, organizaram o ebook “Blogs.com – Estudos sobre blogs e comunicação”, também disponível gratuitamente aqui.


Programação do Intercom 2010

10 Ago

Foi divulgada hoje a programação dos trabalhos do XXXIII Intercom que acontece em Caxias do Sul/RS, de 2 a 6 de setembro.

Para quem não conhece, o Intercom é o maior evento da área da Comunicação no Brasil, onde profissionais, estudantes, professores e pesquisadores se reúnem para palestras, mesas temáticas e apresentação de artigos.

>> A relação de artigos conforme Divisão Temática (DT) e Grupo de Pesqusia (GP) pode ser vista aqui. <<

*

Bom, lendo os títulos dos trabalhos que serão apresentados alguns me interessaram bastante e outros me chamaram a atenção por alguns detalhes.

De cara encontrei um artigo que tem como tema o que pesquiso pra minha dissertação: scanlation. Ou seja, não vejo a hora de lê-lo! É o “Scanlation: Práticas midiáticas e sistema de dádivas na reprodução, circulação e consumo de mangá”, de Tatiane Hirata e Yuji Gushike (UFMT).

Outro que me chamou a atenção, por relacionar comics com mangá, é: “O Conceito de Imaginário Como Forma de Entender o Papel do Herói nas Histórias em Quadrinhos: uma Análise Comparativa Entre Superman e Samurai X”, de José Carlos Messias Santos Franco (UERJ)

*

Outros com temáticas interessantes:

Identificação dos Subgêneros Fanfílmicos Através dos Conceitos de Transtextualidade“, de Maurício Falchetti (UFMT), Andrea Ferraz Fernandez (UFMT), Marcelo Ricardo Miranda Espíndola (UNIDERP/ANHANGUERA)

Veja o Livro, Leia o Filme – Breve Reflexão Sobre Cinema, Autoria e Convergência Midiática“, de Luiza Lusvarghi (Uninove SP)

Excesso, esquizofrenia, fragmentação e outros contos: A história social de surgimento do videoclipe“, de Ariane Diniz Holzbach (UFF)

Nós somos Anonymous: anonimato, trolls e a subcultura dos imageboards“, de Fernando Israel Fontanella (UNICAP)

Infância Digital: A Criança e As Novas Tecnologias“, de Danuta De Cássia Leite Leão (UTP)

O mercado de trabalho e as novas funções do jornalista“, de Rogério Christofoleti (UFSC)

*

E por fim, alguns títulos um tanto peculiares que me deixaram muito curiosa:

Quem já riu de um filme de terror?”: distinção e sociabilidade no consumo de cultura trash”, de Mayka Castellano Reis (UFRJ).  (Euuuu! Várias vezes!! hahaha…)

Narrativas de bruxaria como expressões folkcomunicacionais: A cultura popular na ilha de Florianópolis/SC“, de Karina Janz Woitowicz (UEPG) (Preciso descobrir que história é essa de bruxaria aqui em Floripa!! Nunca ouvi falar…)

Cachaça, Turismo e Comunicação – Nas noites LGBT um trio que pode dar certo“, de Daniel Rezende Campos (Uni-BH) (Não precisa ser só nas LGBT!!! Hehehe!)

*

Além disso, notei que no GP Comunicação e Esporte boa parte dos artigos é sobre futebol e muitos levam no título a palavra “herói”… Aí já dá um tema pra um artigo: “A mistificação do jogador como herói no Brasil: uma visão acadêmica e/ou popular?”! Huahauhuah! 😛

*


%d bloggers like this: