Semana do Audiovisual em Viçosa

7 Ago

Durante esta semana está acontecendo em Viçosa a Semana do Audiovisual (SEDA). A iniciativa é do Coletivo 103, formado por universitários que pretendem fomentar a cultura na cidade. Neste evento, o foco está no audiovisual, embora a proposta a longo prazo é de trabalhar com mais frentes, como a música e a literatura (confira aqui).

A programação conta com oficinas, mesas de debates, apresentações de teatro e música,  além é claro, de exibições de filmes de ficção e documentários. Na segunda de manhã, iniciei a programação ministrando a oficina “Introdução ao documentário” e foi muito bom ver pessoas de diferentes áreas, como geografia e arquitetura, se mostrarem a fim de cinema. A discussão foi muito boa! Também fico feliz, em poder ver a produção dos alunos de Jornalismo da UFV terem espaço para exibir seus trabalhos, que muitas vezes ficam engavetados, independentemente da qualidade. 

Para quem não sabia da SEDA, não tem problema, pois ainda tem muita coisa acontecendo até o sábado. A programação completa pode ser acessada aqui. Aproveite!

Anúncios

Fãs e cultura pop japonesa na Intercom 2012

31 Jul

Desde o ano passado venho relacionando os artigos sobre fãs e cultura pop japonesa na Intercom (veja aqui). Este ano não é diferente. E comparando, de lá pra cá, a quantidade de artigos de ambos temas parece manter uma certa média. Ou seja, está constante. Veja abaixo a relação dos artigos:

 

Sobre fãs

Estudo sobre Fãs de Telenovela Brasileira e sua representação modelar em “Cheias de charme” – Silvia TORREGLOSSA e Adriano Miranda Vasconcellos de JESUS

 

Mediadores de Ficção Seriada Televisiva: O Universo dos Fãs no Circuito de Produção, Apropriação e Construção de Significado – Mariana FLORITO

 

Novas formas de comunicação sonora na cultura da convergência: os podcasts produzidos por fãs na narrativa transmídia – Adriana Corrêa Silva PORTO

 

A criação de comunidades online de fãs: um estudo da série britânica “Doctor Who” – Thaís de Auxílio

 

Haters gonna hate: como funciona o sistema de disputas entre fãs e antifãs da banda Restart – Camila Franco Monteiro

 

A Majestade do Fandom: a Cultura e a Identidade dos Fãs – Andressa SOUZA e Helena MARTINS

 

 

Sobre cultura pop japonesa

Breve Percurso da Produção Televisual Japonesa: desafios e soluções – Misaki TANAKA e Beatriz Santos SAMARA

 

Desenho animado japonês: histórico e características – Priscila Kalinke da SILVA e Fátima Maria NEVES

 

A Influência da Cultura Pop Japonesa nas Colunas Zona Otaku (Diário Do Nordeste) e J-Pop (O Povo) – Cleidinaldia Maia Rodrigues e Joana D’arc Dutra

 

A divulgação cultura pop japonesa em redes sociais na internet – Natália Marques Cavalcante de Oliveira e José Riverson Araújo Cysne Rios

 

E, por último, um artigo sobre o mundo nerd que, como sabemos, se relaciona muito com esse universo de fã e pop japonês. 


De vergonha a orgulho: Consumo, capital simbólico e a ressignificação midiática da cultura nerd – Patrícia MATOS

 

A Intercom acontece em setembro deste ano em Fortaleza. Mais informações aqui.

CineCom – cinema para todos

31 Maio

Se você gosta de assistir filmes no telão, sem faltar uma pipoca (claro!), a partir de agora já pode reservar um domingo por mês em 2012.

O CineCom, realizado pelo Departamento de Comunicação da UFV com apoio cultural do SICOOB UFVCredi, traz a Viçosa/MG filmes de diferentes gêneros uma vez por mês, sempre aos domingos e de graça.  O projeto inicia neste final de semana sua primeira sessão com “Casablanca”. 

Dirigido por Michael Curtis e protagonizado por Ingrid Bergman e Humphrey Bogart, “Casablanca” é um clássico do cinema norte-americano premiado com vários oscars. Sua importância e apelo são tantos que em 16 de maio de 2012, em comemoração aos seus 70 anos, o Facebook realizou sua primeira exibição coletiva ao transmiti-lo ao vivo, apenas nos Estados Unidos.

Para você que ainda não assistiu esse filme ou quer revê-lo, venha para o gramado das 4 pilastras da UFV com seus amigos e familiares. Nós damos a pipoca, você traz seu banquinho! 

Dos usos do “bah” (ou como a expressão gaúcha serve pra tudo!)

26 Maio

Há mais de 3 meses morando em terra mineira, repleta de pessoas de São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro e outros estados, volta e meia surgem algumas diferenças regionais, principalmente na fala. Como gaúcha, já vivi algumas situações, no mínimo cômicas, como quando, por exemplo, falei em uma sala de aula repleta de alunos que não aguentava mais ter que ficar chamando a atenção e dar “mijada” no pessoal. Só mais tarde, em uma conversa, fui descobrir que por aqui não se usa esse sinônimo de “esporro” e que os alunos estavam entendendo num sentido literal a tal “mijada”! Algo, no mínimo, bizarro!

Um outro exemplo, menos polêmico, mas um tanto curioso, é a expressão gaúcha “bah”.  Sou verdadeira adepta da palavra e volta e meia solto um bah. Porque vamos combinar, é a expressão mais natural possível, pois é só abrir a boca e o som do “ahh” já sai! Mas o pessoal acha engraçado, e acaba querendo zoar com isso. Numa dessas, alguns ficaram um longo tempo só falando bah e eu falei brincando que estavam pegando o jeito da coisa, que o bah se usa pra tudo mesmo. Eles ficaram me olhando, como quem não entende direito, e me lembrei daquele comercial da cerveja Polar no qual dois amigos dialogam, se assim podemos dizer, usando apenas essa expressão. Como prometido, aí vai o vídeo pra aqueles que não entendem o nosso “bah”!

 

 

Quando fui procurar esse vídeo do bah, também achei esses outros comerciais da mesma cerveja que tem como tema deixar bem marcado o que é “ser gaúcho” (pois a Polar é do RS), além das diferenças do sul com outros estados. Apesar de achar muito forçado alguns aspectos (critico essa coisa bairrista do gaúcho), os vídeos são engraçadíssimos!

 

 

 

 

 

 

E não, esse post não foi uma forma de divulgar esta ou qualquer outra cerveja, pois eu não bebo e nem gosto deste tipo de bebida!!

Aula inaugural com Bernard Miège no Brasil

9 Abr

Acabei de receber a notícia por e-mail. O melhor é que poderá ser acompanhada via streaming.

A Escola de Altos Estudos e a Coordenação do Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação convidam a todos para a Aula Inaugural de 2012 a realizar-se no próximo dia 11, quarta-feira, às 17 horas, no Auditório Pedro Pinto (Miniauditório – sala 3B 216). A aula será ministrada por

BERNARD MIÈGE, professor da Universidade de Grenoble, e abordará o tema:

O pensamento comunicacional é mundial?

O pensamento comunicacional é este fundo comum de teorias da Informação-Comunicação (teorias identificáveis, mas longe de serem convergentes) que são desenvolvidas após a metade e, sobretudo, na última parte do século 20, e também de proposições que emanam de especialistas, de profissionais e de peritos, bem como dos saberes profissionais e dos responsáveis pelas estratégias e pelas políticas às quais estas teorias dão origem. Ele se apóia cada vez mais sobre as TICs (tecnologias de informação e de comunicação), cuja implantação prossegue, bem como sobre as indústrias da cultura e da informação em
fase de internacionalização e sobre uma rede de instituições de formação especializada que é ao mesmo tempo densa e diversificada. Impressiona a difusão rápida deste pensamento através do mundo, pois marcas desta ampliação são observáveis sobre o conjunto das regiões do mundo. Pergunta-se se este pensamento é de fato mundializado ou se permanece dependente da economia-mundo atual, que, como se sabe, é pluri-polar.

A aula do professor Miège terá tradução consecutiva e será transmitida on-line no seguinte endereço: FDM.unisinos.br/live.html

 

 

RPG, otakus e demais nerdismos em Viçosa

21 Mar

Uma das coisas que tem me surpreendido aqui em Viçosa/MG é a quantidade grande de fãs da cultura pop japonesa, além da presença da própria cultura japonesa na cidade (que é pequena, tem em torno de 72 mil habitantes). Mesmo com um problema sério de internet (de sinal/abrangência e de velocidade), nerds e otakus são comuns na cidade (e nas minhas aulas, o que adoro!). 

Enfim, no último final de semana (17 e 18 de março), aconteceu o XVII Encontro de RPG de Viçosa,  na Biblioteca da Universidade Federal de Viçosa. Além do Role Playing Game, o evento contou com exibições de animês, concurso cosplay, oficinas de mangá e origami. Foi muito bacana poder ver a manifestação do pop nipônico por aqui! A baixo seguem algumas imagens que consegui registrar do evento, público e cosplayers. Quem tiver interesse, tem mais fotos no Flickr do blog.

ONU oferece bolsa para jornalista

21 Mar

Recebi o seguinte release por email, mas o link original é este.

O Departamento de Informação Pública (DPI) das Nações Unidas seleciona quatro candidatos brasileiros para concorrer a uma vaga no Programa de Bolsas para Jornalistas Reham Al-Farra (RAF) Memorial 2012. Nesse ano, o Programa vai acontecer entre os dias 4 de setembro e 5 de outubro. Os candidatos serão selecionados em junho.

As primeiras quatro semanas ocorrem na sede da ONU em Nova York, Estados Unidos, e a última semana será realizada em Genebra, Suíça. As inscrições vão até o dia 31 de maio e precisam ser feitas por e-mail para o Coordenador do Programa, Zvi Muskal: muskal@un.org.br

Candidatos devem ter de 22 a 35 anos e estar empregados em um veículo de comunicação (escrito, internet, rádio ou TV). ‘Free-lancers’ não serão aceitos. Os quatro pré-selecionados farão uma prova de inglês (é obrigatória a fluência plena na língua) e uma entrevista via telefone para avaliar a fluência na língua.

A ONU pagará as passagens de classe econômica para Nova York, Genebra e de volta ao Brasil. Também serão fornecidas diárias durante a cobertura. Todos os eventos serão em inglês. Os candidatos devem também ter diversos anos de experiência profissional e interesse na área de jornalismo internacional.

O Programa de Bolsas para Jornalistas Reham Al-Farra (RAF) Memorial 2012 vai selecionar 12 candidatos de 24 países em desenvolvimento. Participar do programa é uma oportunidade para se familiarizar com o trabalho das Nações Unidas e cobrir a 67ª Sessão da Assembleia Geral da ONU.

Informações sobre o contexto do Programa em:http://www.un.org/en/media/fellowship/background.shtml

É obrigatório o envio do Formulário de Inscrição e o Formulário do Exame de Proficiência em Inglês, disponíveis em http://www.un.org/en/media/fellowship/process.shtml

Informações completas, acesse: http://www.un.org/en/media/fellowship/

Ano novo, vida nova?!

20 Mar

O blog esteve beeemmm parado nos últimos meses. Com a escrita da dissertação pro mestrado, acabei deixando-o de lado. Depois que terminei minha pesquisa, resolvi dar um descanso pra cabeça, e de novo o blog ficou de lado. Não bastasse tudo isso, minha vida deu uma grande guinada no momento em que passei no concurso para professor substituto no curso de Jornalismo da Universidade Federal de Viçosa.  Isso me deixou super animada e estou amando (a UFV, meus alunos, as aulas)! Mas, ser professora demanda um tempo enorme, muito mais do que imaginava…

Então, aqui estou eu, não mais no Rio Grande do Sul, mas agora em Minas Gerais. Foi tudo muito rápido e ainda estou em modo de  mudança. Com o tempo tudo retornará à normalidade (ou quase!). Espero nos próximos meses dar uma boa alimentada neste blog, que mesmo parado tem recebido muitas visitas. Como ainda não tenho internet em casa (e em Viçosa a internet é uma questão bem chata), talvez ainda demore um pouquinho, mas estamos chegando lá! 😉

 

Os números de 2011

1 Jan

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um excerto:

Um comboio do metropolitano de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 7.000 vezes em 2011. Se fosse um comboio, eram precisas 6 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

Mangás pela LP&M

22 Nov

Mais uma editora se aventura na publicação de mangás no Brasil.

Através do selo Pocket Mangá, a editora LP&M está lançando este mês os títulos “Aventuras de menino“, de Mitsuru Adachi, e “Solanin“, de Inio Asano. Ambos possuem 216 páginas e custam 15 reais. 

O mais interessante parece ser a perspectiva de publicações voltadas para um público mais adulto, ou pelo menos, não infanto-juvenil. O que acho muito positivo, afinal, os leitores brasileiros de mangá amadurecem, mas a oferta de títulos mais maduros (seinen, josei…) não os acompanham.

Li a notícia no Shoujo Café e não me contive em vir aqui compartilhar! 

%d bloggers like this: